O aluno como indivíduo mediador

A imensidão do universo sempre despertou a curiosidade do ser humano, com sua infinidade de corpos celestes e distâncias difíceis de calcular. Se mal conseguimos explorar o nosso Sistema Solar, com 8 planetas, imagine os outros 3.610 planetas catalogados atualmente, que orbitam mais de 2.700 Sistemas diferentes. Mas esses corpos, conhecidos no meio acadêmico como exoplanetas, chamaram a atenção do nosso aluno Enzo Dile Bloise, do 3º ano do Ensino Médio, que decidiu aprofundar o estudo desse campo da Astronomia em seu projeto do Núcleo Diversificado.

O tema “Astronomia e Gravitação Universal” é trabalhado nas aulas de Física a partir do 9º ano do Ensino Fundamental e serve como preparação para as provas da Olimpíada Brasileira de Astronomia (OBA), promovida pela Sociedade Astronômica Brasileira e pela Agência Espacial Brasileira. No ano passado, a Olimpíada premiou 7 dos nossos alunos do 9º ano, sendo que a aluna Luana Maia da Costa tirou a maior nota do país em sua categoria.

Buscando manter os bons resultados na prova e atrair o interesse de mais alunos pela Olimpíada, a professora de Física Keylla Braga convidou o aluno Enzo Dile Bloise para compartilhar o seu conhecimento na área com as turmas de 9º ano. “Quando o professor ministra a aula, ele utiliza a sua própria linguagem. Mas quando um aluno a conduz, a linguagem utilizada é muito mais próxima da turma, atraindo mais a atenção dos estudantes”, justificou a professora.

Dialogando intensamente com o currículo praticado, Enzo, já no último ano do Ensino Médio, pode exercer suas habilidades como formando, envolvendo os alunos em um ambiente novo e deixando-os entusiasmados pela Astronomia. “O objetivo foi alcançado, que era de aguçar a curiosidade dos alunos, estimular o interesse pelo assunto e mostrar que não precisa ser um expert em física para fazer esse tipo de pesquisa”, concluiu Keylla.

Além das turmas do 9º ano, Enzo também conversou com os alunos do 2º ano do Ensino Médio e se encontrará com o 1º ano no próximo semestre. Muito mais do que incentivar nossos alunos a explorarem novas áreas do conhecimento, atividades assim promovem a integração e a transformação do aluno em indivíduo mediador de aprendizagem.